30.4.08

Madito sejas!!!!


Todos os anos concorro ao tão famoso Concurso de Professores. Este ano não é excepção.
Devo dizer também que concorro apenas porque sim, não tenho a mínima esperança de ser colocada... mas deve ser o meu lado masoquista a falar, não sei!

Ora, todos os anos acontece alguma coisa, desde que puseram esta m#$%@ por internet.
Este ano, mais uma vez, não poderia ser excepção.
Hoje, e friso o HOJE DIA 30 DE ABRIL DE 2008, fui toda lampeira entregar a documentação necessária à escola que à 3 anos decidi ser a escola para realizar a candidatura, apesar de coincidir precisamente com os 3 anos seguidos de stresses no concurso. Vá-se lá saber porquê!!!

Entro, digo bom dia, dirijo-me à secretaria e encontro pelo menos 5 caras conhecidas... já dei aulas na escola em questão, ainda que brevemente, mas com os concursos anuais, com o pedido de contagens de tempo de serviço, vamos sendo próximos.

Assim que falo no "Concurso de Professores" reparo no olhar XPTO. É aquele olhar que traduzido quer dizer "Já há M#$%@ e da grossa!".



Então não é que, quando fiz o registo pela internet, quando me era solicitado a escola para fazer as validações, ainda ponderei mudar de escola. O colega do Conselho Executivo tem a mania que é importante, o seu nariz no ar faz-me comichões, e com tantos atrofios em anos anteriores faria sentido mudar. Mas, por outro lado, o meu processo de professora, no Estado, é ali que dorme, noite após noite, até que se dê o milagre da colocação, novamente.
Aviso que não acredito de todo em milagres!


Como ía dizendo, lá decidi manter a escola, suspirei e interiorizei que este ano não poderia correr nada mal.
Estava errada. Tão errada!!!!

Então aqui a je não deixou passar o prazo de entrega da Declaração de oposição (que diga-se é a maior estupidez à face da Terra, porque se já iniciei o processo pela internet, é porque quero concorrer) e, como tal, apesar da escola poder ainda fechar os olhos até dia 6 de Maio, o "digníssimo"colega Presidente do Conselho Executivo recusou prontamente a fazê-lo!!!!

Só me apeteceu pontapeteá-lo até à morte... GRRRRRRRRRRRRRR

Lá vim eu para casa, fiz uma chamadita de quase 15 minutos à espera de ser atendida - nunca pensei ser tão rápido, e não estou a ser sarcástica! - e lá me disseram que ainda há hipótese, de 7 a 9 de Maio. Finalmente tranquilizei-me. Mas confesso que ainda estou enervada, e só de pensar que na próxima semana terei outro encontro imediato de 3º grau com o NARIZNOARARMADOEMBOM, já sinto comichões!

29.4.08

Frases sábias... sobre os artistas

“Nenhum grande artista vê as coisas como são na realidade; se o fizesse, deixaria de ser artista.”

Oscar Wilde


“Toda criança é artista. O problema é como permanecer artista depois de crescer.”

Pablo Picasso

Tic-tac!


Sem tempo.

É assim que ando.

Acordo cedo, dou aulas, preparo aulas, pinto, escrevo, cozinho, faço compras, ponho combustível, dou explicações, trato do meu filho, e durmo, já de rastos, cansadíssima!

Venham as férias, please!!!

28.4.08

Quinta-feira, vem depressa!


Após um fim-de-semana prolongado, com sol, praia, grelhados e descanso, apetece mesmo ir trabalhar, não concordam?
Estava mortinha por ir dar aulas aos miúdos... eram só saudades!!!!
Venha o 1º de Maio, que eu quero é sopas e descanso.

21.4.08

Mais um concurso...

Estão abertas as inscrições para o concurso Jovens Criadores 2008.

Na sua 12ª edição, é uma iniciativa conjunta do Instituto Português da Juventude e do Clube Português de Artes e Ideias, que se destina a dar a conhecer artistas em início de carreira, até os 30 anos, de nacionalidade portuguesa ou residentes no país.

As inscrições decorrem até 12 de Maio.


As áreas a concurso são: Artes Plásticas, Banda Desenhada, Ilustração, Ciber Arte, Fotografia, Vídeo, Dança, Música, Design de Equipamento, Design Gráfico, Joalharia, Moda e Literatura.


Ver mais pormenores aqui.

Com um amigo assim, dançava todo o dia!

video

16.4.08

Alexandre O'neill

Amigo

Mal nos conhecemos
Inauguramos a palavra amigo!
Amigo é um sorriso
De boca em boca,
Um olhar bem limpo
Uma casa, mesmo modesta, que se oferece.
Um coração pronto a pulsar
Na nossa mão!
Amigo (recordam-se, vocês aí,
Escrupulosos detritos?)
Amigo é o contrário de inimigo!
Amigo é o erro corrigido,
Não o erro perseguido, explorado.
É a verdade partilhada, praticada.
Amigo é a solidão derrotada!
Amigo é uma grande tarefa,
Um trabalho sem fim,
Um espaço útil, um tempo fértil,
Amigo vai ser, é já uma grande festa!

(foto tirada daqui)

14.4.08

"Um homem e duas mulheres"


Comprei este livro no fim de semana: Um homem e duas mulheres, de Doris Lessing.
Conto começá-lo a ler hoje mesmo, na hora de ir para a cama.
Não conhecia a autora (mea culpa!), mas chamou-me a atenção o facto de ter ganho o Nobel da Literatura em 2007. Vai daí, gosto de estar atenta, e não resisti, apesar de ter alguns livros para ler já na mesa de cabeceira. Este tem prioridade!
Assim que o tiver devorado, venho cá fazer a crítica.
Vai ser difícil superar o Equador do Miguel Sousa Tavares, mas vamos ver... tudo é possível!

Nunca é tarde demais


Neste fim de semana consegui deixar o cachopo com os avós e fui, com a minha cara-metade, enfiar-me numa sala de cinema.
Escolhemos este filme - nome original The Bucket List - por dois motivos. O primeiro é por ter ganho Óscares e o segundo é por ter uma dupla tão deliciosa, como Jack Nicholson e Morgan Freeman.
Ri, chorei, basicamente tudo o que gosto num filme.
A ideia está um pouco gasta. Doentes em fase terminal que querem fazer 1001 coisas ainda antes do dia X.
O que dizer mais? Se fosse eu a doente terminal?! Hum... tenho que fazer a minha própria lista... embora como acredite na vida para além da morte, não preciso viver em stress para cumpri-la ;)
Quem puder, vá rir e chorar um bocadinho...

11.4.08

Vitral

Pedaços de azul celeste reflectem a cor do mar num pedaço de vidro.
O amarelo, brilhante, contagia-nos com a alegria de passear na praia num dia de Verão.
Tons quentes, do vermelho ao laranja, insistem em fazer parte da paleta do artista.
O verde e o castanho relembram-nos as nossas origens. O que somos e para onde vamos?
Haja o branco, cor-luz, para nos trazer a paz interior.
Sem a cor a vida seria triste e monótona.

10.4.08

Porque há dias assim...

... e hoje se apanhasse uma panela cheia de chocolate atirava-me lá para dentro!

Um destes dias...


Um dia,
hei-de acordar da noite que me aconchega,
hei-de viajar com asas de pássaro sagrado,
pelos confins do Universo...

procurando esse porto de abrigo,
seguro,
bonito,
terno,
que será o teu abraço forte.

Escutarei as palavras sábias
que tens para me dar...
Serás melodia perfeita na tranquilidade
das noites quentes de Verão!

Sofia Felizardo

Coração ferido


A dor que dói em meu peito
É feita de espinhos de cacto
A agonia turva o meu jeito
De vencer a vida, de facto!


Sofro mais do que suponha
Algum dia poder aguentar...
A escuridão é gélida e tamanha!
Sinto-me a naufragar


No mar imenso da vida,
Em que caí sem saber nadar,
Onde agora me vejo perdida,

E por mais que te queira alcançar,
Continuas nesta fuga desmedida,

Fuga que não posso mais aguentar!

Sofia Felizardo

9.4.08

Eleven


Quem me conhece bem sabe que desde os meus 12/13 anos que sou fã do Bryan Adams.
Não sou do tipo de andar sempre a ouvi-lo, embora já tenha sido, mas quando ouço a sua voz fico reconfortada.
Faz-me recuar ao passado, reviver tantas emoções... o meu primeiro concerto!

Ele esteve no Maxime no dia 7 de Março, e, apesar de não ter sido afortunada com um convite, tenho que comprar o álbum novo. Ai tenho tenho!!!

4.4.08

A parte da solidão está demais!!!

video

Fico assim sem você

Avião sem asa
Fogueira sem brasa
Sou eu, assim, sem você
Futebol sem bola
Piu-piu sem Frajola
Sou eu, assim, sem você...

Porque é que tem que ser assim?
Se o meu desejo não tem fim
Eu te quero a todo instante
Nem mil auto-falantes
Vão poder falar por mim...

Amor sem beijinho
Buchecha sem Claudinho
Sou eu, assim, sem você
Circo sem palhaço
Namoro sem amasso
Sou eu, assim, sem você...

Tô louca prá te ver chegar
Tô louca prá te ter nas mãos
Deitar no teu abraço
Retomar o pedaço
Que falta no meu coração...

Eu não existo longe de você
E a solidão, é o meu pior castigo
Eu conto as horas prá poder te ver
Mas o relógio tá de mal comigo...
Porque? Porque?

Neném sem chupeta
Romeu sem Julieta
Sou eu, assim, sem você
Carro sem estrada
Queijo sem goiabada
Sou eu, assim, sem você...

Porque é que tem que ser assim?
Se o meu desejo não tem fim
Eu te quero a todo instante
Nem mil auto-falantes
Vão poder falar por mim...

Eu não existo longe de você
E a solidão, é o meu pior castigo
Eu conto as horas prá poder te ver
Mas o relógio tá de mal comigo...(2x)

Adriana Calcanhoto

2.4.08

Voltei

Olá. Claro que era falso alarme, motivado pelo Dia das Mentiras!

Um beijo grande para todos ;)

Foto tirada daqui

1.4.08

Até à vista!

Pois é.
Fartei-me disto tudo, ando sem tempo e decidi: vou ficar por aqui neste mundo da blogosfera.
Um bem haja a todos os leitores assíduos, agradeço o tempo que dispensaram a ler este meu diário, quase sempre numa forma de confissão... prometo quando possível, continuar a espreitar o vosso cantinho e até comentar, matando saudades.

Adeus... sejam felizes!