26.11.07

Novo botão do "Coisas minhas"

Através de umas explicações de um amigo
consegui fazer o meu próprio botão:



Isto não serve para nada...mas pronto, lá fiz qualquer coisita para pôr no blog!

23.11.07

Rir...é o que resta a esta mãe...



Bem, antes 4 a rir que 4 a chorar!!! Haja saúde...e dinheiro para gastos!!!

E se me mexesse assim?



Parece que o puto tem molas! LOL

Uauuuuuuuu!



Quando for grande quero ser como a Lilly! :D

22.11.07

Trabalhos manuais das horas vagas

Pois é. Parece que à algum tempo para cá voltei a sentir o bichinho das artes a borbulhar dentro de mim. É certo que agora não tenho a disponibilidade que tinha quando era solteira, mas cá se vai arranjando um tempinho, entre o trabalho, o marido e o filho, para fazer coisas que me apetecem.
Andava com vontade de experimentar o mundo do feltro. Tenho o cérebro em ebulição, de tantas ideias a fervilhar :D

Bolsas em feltro para telemóvel (ainda inacabadas)

Bolsa em feltro com telemóvel (falta pregar botão)

Para além do mundo do feltro - ao qual me atirei sem qualquer ajuda, apenas com a enorme curiosidade de experimentar - comecei este mês num curso de artes decorativas, aí, sim, com a ajuda de profissionais que conhecem as técnicas e o funcionamento dos produtos.
Deixo também aqui uma foto de uma caixa que vai directamente para oferecer à minha prima de 8 meses, para que possa guardar os ganchinhos, fitas, lacinhos e afins, visto ter cá uma cabeleira descomunal!
Digam lá se não ficou gira? :D

Caixa de madeira personalizada (pintada e envernizada)


Cá fico cheia de trabalhos (aulas, explicações, mundo do feltro, mundo das artes decorativas, marido e filho, casa...isto é tudo ao mesmo tempo :P).

Para além destes trabalhos, tenho andado também no mundo da aguarela...um mundo perdido por mim à longos anos... vou digitalizar e depois posto aqui quando puder!
Beijinhos :)

19.11.07

Contador

Hoje resolvi por aqui um contador... é claro que não tenho ilusões: sei bem que vamos andar muuuuuuuito lentamente!

Mas mais vale devagarinho que parado :D


Maluquices...do costume!

Ora na semana passada, em conversa com alguém :D, falou-se em ver-me de bigode.
Isto ficou aqui a remoer e vejam o resultado:

http://www.petmoustache.com/singing_telegram.html?hash=d1f8797&a=true

Flocos de neve

Finalmente começou o frio, o tempo de inverno, o vento e as folhas secas das árvores a esvoaçar por todo o lado!
Confesso que já sentia falta do calorzinho da lareira acesa, do cheirinho que a lenha queimada deita, dos kilos de roupa que temos que vestir... :)
Deixo-vos aqui o meu floco de neve. Divirtam-se a fazer o vosso aqui. Bom Inverno para todos!

17.11.07

E parece que o inevitável...

acaba sempre por vencer(me)!
Porque é que agora o raio do YouTube não dá?!

Nem sabem a vontade que tinha, mesmo a horas tardias, de encher o blog de vídeos de músicas e letras de vários artistas...
Mas é sempre assim comigo! Nunca posso fazer nada quando me apetece...já deveria estar habituada, mas custa a crer que tenha que ser assim.
Como tudo na minha vida, tem que ser adiado. Até as pequeninas coisas, os pequeninos prazeres...

Ora é hora de trabalhar, ora é hora de dormir, ou de cozinhar, tratar do filho, namorar, viajar...Ahhhhhrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr!

Não é que não goste destas coisas: só não gosto de as fazer sem vontade...deveria poder ter a liberdade de fazer o que me apetecesse quando, e somente quando, me desse na real gana!

Vidinha chata e implicativa!

Resta-me dormir, visto que a estas horas o carburador já avariou ;)

Beijos a todos e bons sonhos.


_______________________________________

P.S. - Só espero que não volte a desperdiçar sonhos com viagens de carro para a Venezuela (?), com cobras esquisitas, com alunos que se atiram de muros abaixo...já tenho saudades de sonhar com coisas verdadeiramente interessantes!



Evanescence - My Immortal



I'm so tired of being here
Suppressed by all my childish fears
And if you have to leave
I wish that you would just leave
'Cause your presence still lingers here
And it won't leave me alone

These wounds won't seem to heal
This pain is just too real
There's just too much that time cannot erase

[CHORUS:]
When you cried I'd wipe away all of your tears
When you'd scream I'd fight away all of your fears
I held your hand through all of these years
But you still have
All of me

You used to captivate me
By your resonating life
Now I'm bound by the life you left behind
Your face it haunts
My once pleasant dreams
Your voice it chased away
All the sanity in me

These wounds won't seem to heal
This pain is just too real
There's just too much that time cannot erase

[Chorus]

I've tried so hard to tell myself that you're gone
But though you're still with me
I've been alone all along

[Chorus]

Alegria contagiante


Simplesmente...Adoro! E então à 2ª feira de manhã, bem cedo, no trânsito, a caminho de mais um dia de trabalho...é a melhor maneira de superar tudo, contagiando-me com a alegria inigualável que esta música me transmite... :D


14.11.07

Muito bom!!!



Os nossos olhos e a nossa mente são perversos!

12.11.07

Viagem ao Porto (parte II)

Ora continuando a conversa do outro dia...

Torre da Câmara do Porto

Fizemos um passeio de 3 horas, mais coisa menos coisa, passeando pelos Aliados, Clérigos, Sé e ruas envolventes.

Sé do Porto

Torre dos Clérigos

As casas típicas da cidade

O que mais gostei foi do passeio no Domingo de manhã e do almoço na Ribeira, com o Douro, as caves de Gaia, a ponte e toda aquela paisagem...
É uma zona bastante movimentada da cidade. Realmente, os rios, de uma outra forma hoje em dia, sempre foram e continuam a ser ponto principal e obrigatório de qualquer cidade.

As casas da Ribeira

As casinhas são estreitas e com um traçado peculiar. As cores...a roupa estendida nas janelas...as gaivotas e os pombos (confesso que não simpatizo nem com uns nem com outros!), os cromos com ar de calinas - estes espalhados por todo o país - os barcos de cruzeiros turísticos...
As esplanadas cheias de gente que procura um copo frente ao rio...aproveitando uma manhã quente de Novembro.

As caves do vinho do Porto - Vila Nova de Gaia

E o almoço que soube mesmo bem!

André esperando a paparoca, com vista para o Douro

8.11.07

Piaçaba!!!!!

Para quem não sabe o que é, clique aqui.
Trata-se de um movimento contra quem diz 'Piaçá', em vez do correcto Piaçaba.
Coisas parvas, mas adiante...


Fim de semana no Porto

Olá a todos!
No fim de semana passado fui com a famelga ao Porto. Já não ía lá a cima à imenso tempo, tanto que para ser franca, do Porto só me recordava dos Clérigos.
O intuito do nosso fim de semana à cidade invicta era a visita a 2 exposições distintas:
a primeira, no Palácio de Cristal, dizia respeito a Leonardo da Vinci, e todo o seu espólio de invenções, muito à frente da sua época. Realmente, era genial!

Cartaz de promoção da exposição, patricionada pelo banco Millenium BCP

Depois de muitos protótipos de invenções para tudo e mais alguma coisa, havia uma parte da exposição, quanto a mim dispensável, que pretendia dar a conhecer o Leonardo pintor. Digo dispensável, por serem apenas cópias de má qualidade, ao estilo fotocópia a cores de algum livro de arte, depois devidamente emolduradas...penso que, visto os originais como a 'Mona lisa' não poderem sair do Louvre, em Paris, deveriam ter feito antes um filme, como o que passava referente à última ceia...onde mostrassem as obras e um pouco da história envolvente. Esta parte foi decepcionante, mas eu sou muito exigente :D!

A parte da exposição onde davam a conhecer as obras mais importantes do pintor

E aqui fica uma foto do Palácio de Cristal, conhecido também como Pavilhão Rosa Mota, que não conhecia, e que está muito bem inserido num jardim bonito.

O pavilhão Rosa Mota

Depois de passearmos por toda a cidade, verificando que existem edifícios muito bonitos na cidade, mas, infelizmente, parece que os Portuenses não cuidam da cidade convenientemente. Os edifícios, quer sejam no centro ou mais afastados, estão todos pretos, sujos, da poluição...de carita lavada a cidade ganhava outras cores...mas assim, a lembrança de um Porto escuro mantém-se! :(
Depois do dito almoço, e de esticarmos as pernas pelas ruas, à deriva, porque dos 5 ninguém sabia muito bem onde estávamos, lá fomos depois procurar o Hotel onde iríamos passar a noite.
O tempo esteve realmente muito bom, para a altura do ano, e eu nem pensei que estivesse tão quente no norte do país...
Depois do jantar, de compras nas lojas do centro, lá fomos para a nossa 2ª exposição no Palácio do Freixo, ver obras de Salvador Dalí, esta exposição patricionada pela Caixa Geral de Depósitos.

Palácio do Freixo, Porto

(Desculpem a má qualidade, mas é só para terem uma ideia...)

Já estava de noite, visto que a exposição poderia ser vista até às 24h...e começou a cair uma humidade característica da zona ribeirinha, pois o palácio tem uma linda vista sobre o Rio Douro.
Mais informações sobre esta exposição com desenhos e esculturas do mestre espanhol surrealista, clique aqui.
No dia seguinte, depois de um bom pequeno almoço, seguiu-se passeio pedestre de cerca de 3 horas, pelas ruas, visitando Igrejas, fotografando monumentos, conhecendo as ruas e gentes do Porto.

(continua depois quando perceber porque é que isto está a dar erro quando quero por mais fotos :P)

1.11.07

Feriado em grande

Hoje acordei cedo e, de repente, veio uma súbita vontade de ir passear com o meu filho, porque o meu marido tinha combinado ir andar de bike para a Serra de Sintra.
Não me apetecia nada ficar encafuada em casa, num dia solarengo como o de hoje...e então lembrei-me que era o dia ideal para também eu ir para Sintra, deixar o carro por cá, e deslocar-me de comboio, pois o meu filho é doido por comboios.
Esperei que ele acordasse, arranjámo-nos e lá fomos os dois, ele em êxtase, direitos à estação, para uma aventura (que eu esperava sem surpresas desagradáveis) até à bela vila de Sintra.
Assim que o comboio partiu o miúdo delirou, todo ele era excitação, a dar a dar às pernocas penduradas, olhando a paisagem e fazendo imensas perguntas.
Chegámos rapidinho ao destino e iniciámos o caminho da Volta do Duche, com direito a contemplar esculturas - entre elas uma de um professor antigo, o Pintor Lívio de Morais - e também a beber na Fonte Mourisca a água fresca e pura da serra.
O pequeno já estava um pouco cansado, prestes a pedir colo, quando avistámos o motivo do nosso passeio - o Museu do Brinquedo.Foi giro ver todos aqueles brinquedos, já usados pelas mãos de crianças à muito tempo atrás, e também perceber que o meu filho não é apenas um miúdo que só quer coisas do mundo de hoje...ele mostrou muito interesse nos carrinhos de lata e de madeira, nos barquinhos e sobretudo nos imensos aviões suspensos no tecto.
Foi uma visita demorada, com direito a andar de joelhos no soalho de madeira, em frente às vitrines carregadas de bonecas, casinhas, comboios, barcos, soldados, bicicletas...
No final, convenci o miúdo a fazer um desenho - um cabeçudo, que é só o que ele desenha - e afixámos no placard dos desenhos das crianças.
Depois desta visita, levei-o a ver as charretes puxada por cavalos, a contemplar as enormes chaminés do Palácio da Vila, que o deixaram de boca aberta...e também, senão seria uma perda de tempo, fomos à Piriquita comer um famoso e delicioso Travesseiro.
Depois, já de barriguinha cheia, e com um saco com travesseiros para levar para casa, lá seguimos caminho, voltando à Fonte Mourisca para matar a cede e tomámos o caminho da estação.
Nisto tudo, a manhã foi muito positiva:
passeámos imenso, respirámos ar puro, embebemos cultura, estreitámos laços entre mãe e filho e, ainda, tivemos imensa sorte, porque na viagem de comboio sobrevivemos sem assaltos ou violência.
Que estes dias se repitam muitas vezes...da próxima será ao Palácio da Pena e ao Castelo dos Mouros, que o pequeno diz querer ver o Rei e a Rainha...tadinho!